Série Império

Companhia União e Indústria

Por meio do decreto n° 1031, de 7 de agosto de 1852, o engenheiro e comendador Mariano Procópio Ferreira Lage obteve uma concessão do governo imperial para abrir uma estrada que possibilitasse a ligação entre a Zona da Mata de Minas Gerais e o Rio de Janeiro. A estrada chamada “União e Indústria” foi construída entre 1856 e 1861 com o trabalho de imigrantes alemães e mão de obra escrava. Foi uma das obras mais importantes das últimas décadas do século XIX, inaugurada por d. Pedro II em 23 de junho de 1861. Ligando Petrópolis a Juiz de Fora, a estrada gerou dinamismo por onde passou, tendo importante papel no desenvolvimento das duas cidades.

Para viabilizar a execução das obras, Lage fundou a Companhia União e Indústria, companhia com capital aberto no valor de 5 mil contos de réis divididos em 10 mil ações. A Companhia era obrigada concretizar a obra, e, em contrapartida, estava autorizada a explorar a estrada por cinquenta anos. No entanto, foi extinta em 1879. Na imagem, Ação da Companhia União e Indústria no valor de 500$000 réis. Rio de Janeiro, 31 de dezembro de 1852.

Acao Cia Uniao Industria

Fundo Diversas Caixas – SDH. BR_RJANRIO_2H, caixa 2625

Por: Coordenação-Geral de Acesso e Difusão Documental - COACE

-


ASCOM-Assessoria de Comunicação Social

Visite nossas redes sociais:
Twitter - https://twitter.com/ArquivoBrasil
Facebook - https://www.facebook.com/arquivonacionalbrasil
Pinterest - https://br.pinterest.com/arquivonacional
Instagram - https://www.instagram.com/arquivonacionalbrasil
YouTube - https://www.youtube.com/channel/UCcB7XUfJLfmtXx5KRKWAwCg
SoundCloud - https://soundcloud.com/arquivo-nacional
Flickr - https://www.flickr.com/photos/arquivonacionalbrasil/

Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: 
http://www.arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo/sian-sistema-de-informacoes.html

Tags: Série Império